Vou Querer o Meu (Letra) – Lurdez da Luz

7

OUVIR MUSICA

E olha que é só abstração, um símbolo, o tal do cifrão né não?
Animais em extinção são presidentes mortos pros vivos manterem seus votos, Sena, loto, nota sobre nota, esperto com a bancarrota
o que vc come tem que ser o que vc arrota
e quando vem melhor ver bem como solta ou taca logo o foda-se
O que te pilha? Mansão, ilha? Minha pele de vanila tá
sob o olhar da efígie sem pupila, há! Kila kila kila, quem vai sobrar? Tá aí pra pautar: Transas, transações
Transforma líderes em patrões
Justifica todas as transgressões
Investimento das ações
Louis Vuitton de um tigre asiático, menos plâncton mais plástico no indigo
Quero minhas calota não as do círculo polar ártico
Quero meus artigo
saber a cara do meu inimigo
o mundo não gira no meu umbigo
Mas um estômago atrás vazio
Is the real roots of evil, viu.
Vamos todos louvar o grande Deus dólar, dólar bill!

Quem rasga é louco de pedra
Tem onde cigarro é moeda
Tem quem é duro na queda
Mas a maioria só peida por pouco se entrega,
Delata, arrega
Quem sabe o quanto custa até que ponto se está a venda
Tem que ter pra trocar!
Mas troca não gera acúmulo
O que cê levaria pro túmulo ?
Deixo o valor do tumulto
Quanto vale sua alma
Quanto pra cair morto
Quanto pra sair da lama
Quanto custa ser solto
Tudo pelo conforto e sua zona
Tudo pra ser dona
Tudo pra manter roma
Tudo pra nunca ir na causa é só atacar o sintoma
Tem quem quer só a fama
Cifrão me acalma
Já que nem herdarei uma goma
Miséria num é carma
É o fruto de um grande esquema que presa pela maior soma
Toma!
A falta te joga pra margem
Eu só quero bancar minha viajem
Não me afogar num mar de embalagem
Se o mundo cão
Todos querem ser pet
Vou contar minha história de superação

Vou Querer o Meu (Letra) – Lurdez da Luz