Deixa Pra Mim – Manutti – Letra

28

Se você me trombar num bar não estranhe
Troquei minha bebida é whisky não champanhe
Nas noites vagas sou o dono de vários amores

Tô aparentando uma vida de engano
Tentando segurar as pontas mais de um ano
Nas noites vagas vou perdendo todos meus valores

Eu já saí com uma, com duas, com três
e já saí de novo com as três de uma vez
Que é errado eu sei, foi o estrago que você me fez.



Massacrou meu amor, então vai ser assim
Deixa pra mim, deixa pra mim
Tá bancando a durona mal sabe o seu fim
Deixa pra mim, então deixa pra mim

Se você me trombar num bar não estranhe
Troquei minha bebida é whisky não champanhe
Nas noites vagas sou o dono de vários amores

Tô aparentando uma vida de engano
Tentando segurar as pontas mais de um ano
Nas noites vagas vou perdendo todos meus valores

Eu já saí com uma, com duas, com três
e já saí de novo com as três de uma vez
Que é errado eu sei, foi o estrago que você me fez.

Massacrou meu amor, então vai ser assim
Deixa pra mim, deixa pra mim
Tá bancando a durona mal sabe o seu fim
Deixa pra mim, então deixa pra mim