Minha Bênção – Cassiane

32

Já na alva luz do dia a raiar
Lá estava a cena que me impressionou
Um anjo preso a Jacó
Que por sua bênção lutou e jamais desistiu

Não largava o anjo, ele muito insistiu
Não sairia dali sem sua bênção na mão
De tanto ele insistir o anjo lhe tocou
E abençoado ele foi



Preciso de uma bênção, não vou desistir
Sem ela eu não vou sair daqui
Só saio quando o Senhor me tocar
Não posso mais ficar sem te sentir
Nada vai impedir a unção de Deus sobre mim

Já na alva luz do dia a raiar
Lá estava a cena que me impressionou
Um anjo preso a Jacó
Que por sua bênção lutou e jamais desistiu

Não largava o anjo, ele muito insistiu
Não sairia dali sem sua bênção na mão
De tanto ele insistir o anjo lhe tocou
E abençoado ele foi

Preciso de uma bênção, não vou desistir
Sem ela eu não vou sair daqui
Só saio quando o Senhor me tocar
Não posso mais ficar sem te sentir
Nada vai impedir a unção de Deus sobre mim